Como é se casar na Austrália…

História (emocionante!) originalmente publicada no blog: jogadapelomundo.com

mr_197

Fotos: © Bruno Cocozza (www.brunococozza.com)

Eu não imaginava que essa data seria tão especial!
Nunca tive o sonho de casar de véu e grinalda mas a ideia de casar era uma coisa legal, é um rito de passagem, deixa a coisa mais séria e tal. Já morava com o Rob há mais de dois anos e acredito que a viagem que fizemos foi muito importante para nosso relacionamento. Ficar quase 24 horas juntos por tanto tempo foi um bom teste de afinidade, companheirismo e curtição um pelo outro. Nunca tive dúvidas que ele era meu homem!

Mas não tínhamos pressa, mesmo porque estávamos viajando, sem moradia fixa, longe da família… Porém, sempre caíamos no problema dos nossos vistos (tanto aqui na Austrália quanto na possibilidade de um dia nos mudarmos para o Reino Unido ou Brasil), eles seriam facilitados pelo fato de sermos casados. E a gente se ama, se gosta, se quer… Quer casar comigo? Yes, I do!

E agora? Como casar longe de casa, longe das nossas famílias, com a grana curta e sem muito tempo para planejar? Como casar aqui na Austrália? Ok, queremos casar de novo com nossos familiares e amigos por perto, mas também este seria também um casamento e queríamos que fosse especial a nossa maneira! Afinal, é a celebração de nosso amor!

Então, bora lá. Casamos! Com vestido de noiva, buquê, chuva de arroz, bolo e bem-casado, festinha e tudo o mais que tínhamos direito. Foi uma delícia! Foi um dos dias mais felizes da minha vida!

Passo-a-passo para se casar aqui em Oz:
mr_117

  1. Depois de tomada a decisão, é preciso ir ao cartório daqui, que se chama Birth, Death and Marriages. É um nominho bem bizarro, mas assim é a vida. Chegando lá, pega-se uma senha, espera e, de posse de seus passaportes e uma taxa de AUD 100, faz-se o registro. É preciso registrar com 28 dias de antecedência. Você pode escolher a sala onde vc quer fazer o casório (pequena para até 8 pessoas ou maior para até 25 pessoas). Também a taxa depende se vc vai casar em um dia de semana ou final de semana. Escolhemos umas 3 datas no meio da semana porque eram as datas mais próximas que tinha e também pq a maioria dos nossos amigos aqui trabalha em hospitality, achamos que não teríamos problemas.
  2. Eles ligam confirmando sua data rapidinho. No nosso caso, eles ligaram 2 dias depois. Marcado para segunda 22 de junho de 2015!
  3. Durante esse tempo, fomos planejando o que queríamos fazer, comprei o vestido, mandei ajustar, encomendei o bolo e as comidas, contei pra família e amigos, essas coisas. A espera é um período diferente, um misto de ansiedade e empolgação!
  4. A cerimônia acontece em um prédio bem bonito, chamado Old Treasury Building. Antes de acontecer o casamento em si, o celebrante chamou o casal para uma sala e nos contou como ia ser a cerimônia, o que cada um teria que dizer e tal.  É possível escolher a música para entrada mas a minha internet estava muito ruim e minhas amigas botaram o tradicional tam tam tam tam…. A cerimônida em si é rapidíssima, o celebrante disse umas palavras bonitas, trocamos o anel, nos beijamos e depois, assinamos o certificado. Convidamos as duas testemunhas para assinar também. E that’s it! Casados!
  5. Mas ainda não é só isso. O certificado de casamento é um documento oficial mas não serve para os serviços de imigração. Para obter o visto de casado, é preciso um outro certificado. Lá fomos nós voltar para o Birth, Death and Marriages. Pega senha de novo e, de posse da Certidão de casados, passaportes, comprovante de residencia e uma taxa (30AUD para 50 dias uteis ou 100 pilas para uma taxa de emergência – eles não são bobos), pedimos uma certidão. Como tínhamos pressa por causa do visto, pedimos com urgência. Dia seguinte, eles já ligaram falando que o documento já estava pronto. Como quase tudo aqui na Austrália, as coisas são bem eficientes.

mr_2091A festa

  1. Fui abençoada com as madrinhas que eu tive: Cinthia, Pamela e Michelle! Elas me ajudaram muito em tudo, acompanhando na escolha do vestido, na festa de despedida de solteira, na arrumação para a festa, nos momentos de ansiedade! Sem palavras para agradecer e dizer o quanto vocês foram especiais para mim!
  2. As fotos foram presente do nosso talentoso amigo, o fotógrafo Bruno Cocozza (www.brunococozza.com). Bruno, obrigada pelo presentão, por ter dado um olhar todo especial ao nosso dia. Você foi demais! Quero uma foto pb com um detalhe colorido, please!
  3. A festa aconteceu no salão de festa dos nossos amigos Pamela e Matt. Foi uma benção, o lugar era super gracinha, com uma vista linda de toda Melbourne (mais uma vez, obrigada Pami e Matt!) Acontece que escolhemos o dia mais ventoso do ano! Sério, ventava muito, meu vestido voava voava! Antes tínhamos pensado em fazer em um restaurante, no maior estilo cada um paga o seu. Mas o cara do restaurante ligou cancelando 3 dias antes!  Quem tem amigo tem tudo nessa vida! Pami, obrigada pelo carinho e o toque especial! E desculpas pela amolação e taças quebradas!
  4. Minha família e amigos do Brasil fizeram uma homenagem que fez meu coração despencar! Fizeram um video incrível, chorei até. Obrigada, gente! Amo vcs, cada um de vocês! Foi duro casar longe da família, por isso quero fazer uma outra celebração com eles, entrar com meu pai. Mas tentei informar de cada passo que dava, mandava as fotos dos vestidos e de tudo o mais para mãe, irmãs, prima, amigas e sogra que comentavam tudo! Foi muito importante a opinião e o carinho delas! Obrigada, gente, amo vcs!
  5. Um agradecimento especial para nossas witnesses: Caroline (minha cunhada que veio de Perth só para o casamento) e Cinthia! Vcs foram maravilhosas! Ci, obrigada por todos os recadinhos do coração, conselhos e puxões de orelha! Caroline, thanks for all your help, for the best gift ever, for the great night here in the apartment and for the 5 courses- seafood banquet! xxx
  6. O vestido eu procurei em vários lugares, na city, na internet, no Gumtree… Mas o lugar que mais indico, em Melbourne, é a rua das noivas, na Sydney Road, em Brunswick. Lá tem de tudo o que uma noiva precisa! Tem loja para todos os gostos, bolsos e tamanhos. Foi lá que comprei meu vestido (nome da loja: Cocktail), fiz os ajustes (é um pouco mais caro mas eles estão acostumados com vestidos de noiva) e também os acessórios. O arranjo de cabelo foi um achado! Tem uma loja mega chique chamada Mariana Hardwick, cujos arranjos handmade custam em torno de 300 dolares. Por sorte, a vendedora me mostrou uma espécie de ponta de estoque (sério, não percebi a diferença entre os caros e os baratos) e os arranjos custavam 50 dólares! Gostei tanto do atendimento e da loja que também comprei meu brinco e pulseira de pérolas por lá (um pouco mais caro, mas eu tinha gostado). Comprei também um belo casaco de pele falsa em uma Op Shop. Foi o que me salvou do frio que estava fazendo em Melbourne!
  7. Eu fui uma noiva de sorte mesmo. Para o cabelo e make, encontrei pessoas maravilhosas no grupo de Facebook. A Monique, que trabalhava no StudioW, fez um cabelo lindo e a Carol Simões, profissional talentosíssima, cuidou da minha maquiagem. Elas foram em casa e tive uma manhã de princesa! Os dois duraram muito e fui muito elogiada! Como é bom casar!
  8. O bolo e bem-casados (queria estes pq é uma tradição bem brasileira) também encontrei no Brasileiros em Melbourne. A Sweet Cup atendeu todas as minhas exigências e fez o bolo dos meus sonhos (naked cake com um recheio de beijinho, um de brigadeiro e muitas frutas vermellhas). Os bem-casados estavam molhadinhos e lindos! Tudo muito gostoso!
  9. O buquê, escolhido às pressas, horas antes de me casar, foi feito em North Melbourne, na floricultura Casa Verde. A dona foi muito talentosa e, apesar de estar um pouco brava (vc quer dizer que hj, segunda de manhã vc vai casar e ainda não viu o buquê?) fez um arranjo mais que perfeito! Ela amarrou tudo com uma fita com ráfia e ela decorou com uma pérola. Uma graça! Escolhi várias flores tons pastéis, entre elas, orquídeas, as flores preferidas da minha mãe! (buquê: 70 dólares, arranjo para o noivo e para o padrinho: 10AUD cada).
  10. Comida para o casamento: fui no Prahran Market e comprei várias quiches, queijos e patês, preparamos uma saladona, o rob preparou um Pulled Pork e pronto! Amigas queridas me ajudaram na arrumação. (Cinthia e Pami, sem vcs não sou nada!)
  11. Decoração: tudo no maior estilo DIY, faça vc mesmo. Como nosso namoro teve muitas viagens pelo mundo, escolhemos um mapa onde marcamos todos os lugares que estivemos juntos. Fiz um varal com fotos da gente, umas luzinhas na parede, flores e uma lousinha escrito: “just married” . São coisas simples, mas são coisas minhas, como dizia Luisa Marilack.
  12. Alianças: encontramos a nossa na Little Collins, uma rua cheia de joalheiros. Também, opções para todos os bolsos e gostos. Foi muito engraçado pq compramos as alianças uma semana antes, os vendedores desacreditaram!
  13. Uma tradição aqui na Austrália, além de jogar o buquê para as solteiras, é jogar a cinta-liga para os solteiros. Mas o noivo precisa tirar-lá com a boca, de olhos fechados e jogar para os moços! Sexy! Foi bem engraçado!
    dsc_0146
  14. Uma tradição do Reino Unido para dar sorte: a noiva precisa usar: uma coisa nova, uma coisa velha, uma coisa azul e uma coisa emprestada. Feito! Marido escocês, tem que fazer, né?
  15. Nossa noite de núpcias foi em um hotel bacanérrimo chamado Lanhgram. Coisa fina, atendimento nota mil e vista para o Yarra River e toda a cidade, café da manhã superbe. Dos sonhos!
  16. A maioria das referências, peguei no Pinterest e Intagram. Fiquei viciada em casamentos neste mês, meio monotemática mesmo. Imagino quem planeja mega casamentos, com um ano de antecedência… #vício
  17. Palavras em inglês que aprendi:
    madrinha: bridesmaid
    daminha de honra: flower girl
    despedida de solteira: Hens party
    despedida de solteiro: Bucks party / Stag Party
  • E revendo as fotos e analisando as emoções que sentimos, fico mais convencida que casar vale mesmo a pena! Podem falar que é clichê e que é demodée. Mas é uma celebração do amor e é muito gostoso todo esse evento. Cabe ao casal saber o que é importante para eles. O resto vale!Pronto, agora é só curtir a vida a dois! Obrigada a todos pelo apoio, pelo carinho, pelas palavras! Boa sorte para nós! Viva o amor!Gostou da matéria? Quer ver mais fotos?

    Então visite o blog dos nossos amigos do: jogadapelomundo.com
    Fotos: Bruno Cocozza (www.brunococozza.com)

megaphone

Se você também quer contar a sua história clique aqui!


Clique aqui para assinar a nossa e-Newsletter.
É rápido, fácil e de graça!

Dúvidas, dicas, perguntas ou sugestões, favor, deixar comentário, abaixo.
Responderemos assim que possível.

Intercambio_australiaEDM_720x90

There are 6 comments

  1. Karoline

    Olá! Adorei o post e desejo felicidades ao casal! Irei me casar com um australiano de Melbourne também, mas ainda não tirei meu visto, estou pensando em tirar de turista e me casar lá! Dá tempo em 3 meses? E eu conseguindo esse 2 documento que vocês tiveram que pedir para a imigração, eles não arranjam algum problema? É realmente fácil conseguir o visto permanente casando? Gostaria muito de saber sobre isso pois estamos planejando de eu ir em junho!
    Obrigada

  2. BRaustralia

    Olá Karine,
    Sobre os documentos e visto, peço que você pesquise com antecedência o site do departamento de Imigração da Austrália em http://www.border.gov.au/
    e na página da Embaixada Austrália no Brazil.
    Sobre o visto, todo o precesso é um pouco demorado e (meio) burocrático, mas não é díficil, e a embaixada te dá todo o suporte, no entanto, tente guardar o máximo de documentos que comprovem a sua relação.

    Abraços e boa sorte.
    Equipe BRaustralia

  3. BRaustralia

    Obrigado pelo feedback Karine,

    recomendamos que você fique atenta à toda a parte burocrática do processo e sempre busque/confirme informação sobre o processo deimigração nos sites https://www.border.gov.au/ e da embaixada da austrália no Brasil.

    Boa sorte e felicidades

  4. Cristina

    Oi, é obrigatorio contratar um celebrator antes? ou posso ir direto no cartorio e eles encontram um? e ja solicito tudo por lá? obrigada

  5. Maria Duque

    olá, também quero saber como funciona o processo de casamento, pois pretendo me casar com um australiano esse ano.

Deixe uma resposta