Como economizar comprando peças de carro ou moto no exterior

Saiba Como Comprar Auto Peças no Exterior e Receber no Brasil

Importar autopeças é realmente um negócio lucrativo? Segundo dados publicados recentemente no site da Sindipeças, esse pode ser sim um bom negócio, desde que seja bem-planejado.

Só para você ter uma ideia, a importação de auto peças no Brasil cresceu 5% no primeiro bimestre de 2020, motivado, sobretudo, ao impacto das restrições diante da pandemia de coronavírus. 

A cifra monumental alcançou a casa do US$ 1,74 bilhão apenas no primeiro bimestre do ano.

Ótimos números para lucrar em atacado, correto? Caso queira saber como importar autopeças na prática, sem burocracia e com pouca tarifação, confira o texto a seguir!

Você é uma autopeças de atacado ou um amante de carros apaixonado por preços baratos? Se for, confira o texto e descubra como importar autopeças via redirecionamento de encomendas!

Porque comprar auto peças importadas?

Bom preço é apenas um dos motivos para comprar peças automotivas importadas, sejam elas novas ou usadas. Confira outras vantagens:

  • Fidelização dos clientes;
  • Variedade de produtos;
  • Diferencial competitivo;
  • Tecnologia e modernidade.

As peças importadas podem chegar a custar até 60% menos do que produtos similares encontrados no mercado nacional, mesmo com as taxas e tarifas aplicadas.

Essa diferença no preço final das peças é justificada, especialmente, pela necessidade de importação de matéria-prima para produção das peças nacionais.

Outra razão é a tecnologia nacional que ainda não se equiparou a tecnologia de produção de outros países, como EUA e China. Esse descompasso encarece o produto final e quem paga por isso é o consumidor.

A pandemia de coronavírus também impactou negativamente toda a cadeia industrial do setor automotivo, incluindo o de autopeças.

Por essas e outras que a importação de peças automotivas é, atualmente, um dos melhores caminhos para quem deseja trabalhar com revenda e/ou equipar a própria oficina mecânica. 

Quais peças podem ser importadas?

Com exceção de pneus e baterias, que precisam de regulação interna, quase todas as peças de carros podem ser importadas.

Outras categorias de peças podem exigir licenças especiais de importação ou aprovação do INMETRO.

Por isso, antes de realizar o processo de importação busque informações para não ter problemas.

E mais uma dica: para não pesar no bolso, o ideal é que cada peça tenha, no máximo, 20 kg e caiba em uma caixa de até 50 x 30 x 30.

Na lista de peças que podem ser importadas estão:

  • Peças mecânicas diversas, incluindo juntas e rolamentos;
  • Filtros de ar-condicionado
  • Faróis e lanternas;
  • Retrovisores e espelhos;
  • Peças e componentes eletrônicos, em geral;
  • Acessórios variados, indo desde portas e bancos, até tapetes;

Para facilitar a compra das peças, o mercado mundial de peças automotivas adotou um código padrão, chamado de Part Number. Esse código classifica as peças conforme o modelo, ano e cor do veículo.

No entanto, podem ocorrer erros de classificação e, por conta disso, vale a pena ter em mãos também o modelo do carro, ano de fabricação e chassi.

Peças White Label ou peças OEM?

As peças automotivas podem ser classificadas ainda como White Label e OEM. A diferença entre elas, basicamente, está na empresa fabricante.

As peças White Label, por exemplo, carregam a marca de montadoras, apesar de não terem sido manufaturadas por ela, como é o caso de peças com a marca Fiat ou Volkswagen.

Já as peças OEM são fabricadas por empresas do setor automotivo, mas não trazem a marca de nenhuma montadora de veículos.

Como economizar comprando peças de carro ou moto no exterior

Novo regime tributário para importação de autopeças sem similar nacional

Desde 2019 está em vigor no Brasil a medida provisória de número 843/18 que trata sobre a isenção de impostos sobre autopeças importadas.

Segundo o texto, as empresas que optarem pela importação de peças automotivas sem similar ou equivalente nacional serão isentas da taxa de importação que até o momento de aprovação da medida era de 2%.

No entanto, para ter direito ao benefício da isenção de impostos, as empresas optantes pela importação de peças sem similar nacional terão que investir o valor equivalente em pesquisas, estudos e novas tecnologias de produção e desenvolvimento. 

Esse investimento em pesquisa e desenvolvimento tecnológico terá que ser comprovado anualmente ao governo, sob pena de multa.

Onde comprar peças de carro ou moto no exterior

Sem dúvida nenhuma, a melhor forma de para buscar por peças para carros e motos, começa (e termina)no eBay.
O marketplace oferece amplas opções de marcas e produtos, e possível milhares de vendedores registrados, com histórico de vendas e avaliação do serviço. O que torna a compra nesta plataforma extremamente seguro.

A seguir esses passos, escolha um site confiável para fazer a compra de produtos. Aqui, nós recomendamos que compre suas peças automotivas.

VEJA TAMBÉM: Como Comprar produtos da eBay no Exterior e receber no Brasil

Como comprar peças de carro ou moto no exterior através de redirecionamento de encomendas?

Você já sabe das vantagens e dos benefícios de importar peças de carros. Mas, afinal, como importar peças automotivas de modo legal, barato e sem ter dores de cabeça?

Uma das melhores maneiras de fazer isso é com o redirecionamento de encomendas. Esse serviço é ideal para quem pretende realizar compras em sites no exterior que não entregam no Brasil.

Basicamente, as empresas de redirecionamento de encomendas atuam como uma intermediária entre a loja/e-commerce e o cliente importador no Brasil.

Uma dessas empresas é a BRaustralia, especializada em redirecionar produtos importados da Austrália para o Brasil.

O processo de redirecionamento é bem simples. Veja o passo a passo e aprenda como utilizar o serviço da BRaustralia:

  • Cadastre-se gratuitamente no site da BRaustralia;
  • Faça a compra das peças automotivas na Austrália informando o seu endereço da BRaustralia ao finalizar o pedido;
  • Quando o pedido chegar no endereço da BRaustralia você será notificado por email ou SMS;
  • Nesse momento, você pode solicitar o envio para o seu endereço pessoal ou solicitar o armazenamento da encomenda. Quanto maior for o seu armazenamento, menor o custo do frete.
  • O próximo passo é solicitar o redirecionamento e o pagamento do frete;
  • Sua encomenda será postada e você será notificado para fazer o rastreio do pacote até a chegada no seu endereço.

Por que usar a BRaustralia?

Ao optar pelo serviço de redirecionamento da BRaustralia você ganha uma série de vantagens e benefícios. Confira:

  • Diversas opções de frete com o melhor preço;
  • Otimização do espaço da caixa reduzindo o custo de envio;
  • Atendimento em português e sistema fácil de utilizar;
  • 180 dias de armazenamento do produto na Austrália;
  • Notificações e controle total do pacote.

Preciso me preocupar com a documentação?

Alfandega, taxas, impostos… imagine fazer tudo isso sozinho? 

Com a BRaustralia, você não precisa se preocupar com toda aquela burocracia envolvida na importação de autopeças. A empresa faz tudo por você.

Sua única responsabilidade é prestar as informações necessárias na declaração alfandegaria. Lembrando que o cliente é o único responsável pelas informações declaradas junto à Receita Federal.

Acesse o site da BRaustralia e solicite gratuitamente um orçamento para suas compras de peças automotivas no exterior. 

Para isso, basta preencher o formulário com todas as informações solicitadas, enviar e pronto! Importar autopeças nunca foi tão fácil, rápido e sem burocracia.

Compras no Exterior e Redirecionamento de Encomendas