Posted on 5 Comments

Em busca de trabalho na Austrália? Que tal acessar a maior plataforma de trabalho casual da terra dos Cangurus!!!

Conheca a start-up que é um verdadeiro “Uber” de trabalhos casuais na Austrália. Lançada no começo de 2012, a plataforma online de economia compartilhada australiana, Airtasker permite que pessoas e empresas terceirizem todo tipo de tarefa, basta se cadastrar para em poucos minutos ter acesso a milhares de opções de bicos de forma segura e flexível.

Tem de tudo um pouco no Airtasker, desde opções de freelance em limpeza de vidraças à trabalho de pesquisa de mercado ou web design podem ser encontrados com frequência no site.

Mas sem dúvida o que mais aparece são propostas do tipo,  pago (A$ 100 ou mais!) para alguém limpar o meu quarto!!!


Como funciona?

    • Tudo começa quando um usuário posta uma tarefa no mapa interativo, estabelecendo o quanto pretende pagar para alguém cumprir um determinado job, que pode ser “preciso de alguém para passear com o meu cachorro” ou para “guardar lugar para mim na fila da Apple, no dia do lançamento do novo iPhone” (tarefas bizarras sempre aparecem).
    • Interessados em fazer o frila entram em contato com o solicitante, que decide, com base no perfil, comentários, ranking e histórico de trabalhos realizados quem é o candidato mais apto para realizar a tarefa.
    • Uma vez que esta decisão é tomada a plataforma permite que as duas partes se conhecem e conversem em privado, se a oferta é aceita o solicitante faz um depósito temporário no Airtasker Pay, é o valor é mantido no sistema até a conclusão do trabalho.
  • Ao final da tarefa, o dinheiro é liberado e o solicitante pode deixar um comentário e dar nota para a qualidade do serviço prestado.

Ao que tudo indica o Airtasker já é um tremendo sucesso, com mais de 500.000 membros, somente na Austrália, milhares de tarefas sendo postada a cada dia e frequentes relatos de pessoas que conseguem remunerações superiores à A$1000 por semana com o uso da plataforma.


Tai uma ótima opção para pessoas com tempo limitado para trabalhar ou à espera do primeiro emprego na Austrália!

Para mais informações clique no link e viste: airtasker.com


Posted on 12 Comments

Como falar português me deu a chance de trabalhar na minha profissão na Austrália | BRaustralia

 

Desygner Office(1)

A Austrália é um país igualitário, e quem chega aqui logo percebe que não há distinção entre quem tem um office job (em escritório) ou trabalha de cleaner (área da limpeza).

De fato, a maioria dos estudantes que vem para cá trabalham como garçom, camareiro, ajudante de cozinha ou lavador de pratos. Isso porque muitos chegam sem a fluência necessária que um emprego em uma área de atuação especializada exigiria, ou mesmo porque por ser um país turístico, a área de hospitality (bares, restaurantes e hotelaria) oferece muitas vagas.

 

Comigo não foi diferente, mesmo tendo uma base no idioma, a insegurança e a falta de fluência me levaram a empregos de garçonete e de camareira. Porém a minha aspiração sempre foi trabalhar no meu ramo de atuação, como publicitária, no exterior.

Eu sabia que essa experiência além de me ajudar a aprimorar no inglês, também acrescentaria muito à minha carreira tanto no quesito de troca de conhecimento, de entender como funciona uma empresa em outro país, como em aprender novas práticas que eu poderei aplicá-las quando eu voltar para o Brasil.

Após quase cinco meses na Austrália, eu decidi procurar vagas em empresas que tivessem interesse no mercado brasileiro. Foi aí que eu encontrei a startup Desygner, que estava procurando justamente alguém da área de marketing, que falasse português. Mandei meu currículo, fiz a entrevista e passei!

A Desygner desenvolve aplicativos de comunicação visual online e diversos templates prontos, que inclusive ajuda muito quem está chegando e quer fazer um currículo no estilo australiano. A startup vem conquistando muitos brasileiros, que buscam driblar a crise econômica no país e estão tendo de se adaptar ao dinamismo da criação de conteúdo visual.

Eu trabalho na área de marketing, num ambiente multi-cultural, lado à lado com pessoas de várias partes do mundo como França, Espanha, Argentina, Rússia, China Inglaterra, Índia e Austrália, onde tenho a oportunidade de desenvolver meu inglês e minha carreira e por experiência própria aprendi que sim é possível conseguir emprego na área!

Se você não tem inglês avançado, uma opção é procurar empresas que precisam do português. E isso não vale só para o idioma, aprendi aqui na Austrália que se você têm alguma habilidade ou conhecimento especial essa é a hora e o lugar de usá-los, ou seja, buscar não somente pelo que precisamos, mas também por quem precisa do que você tem a oferecer.

Suellen é publicitária, intercambista e moradora da cidade de Gold Coast, Austrália.

megaphoneCONTE VOCÊ TAMBÉM A SUA HISTÓRIA NO BRAUSTRALIA
Basta enviar e-mail para: info@braustralia.com

Posted on 2 Comments

Saiba como Recuperar Impostos que podem estar retidos na Austrália | BRaustralia.com

tax-returne_australia_BRaustralia

MONEY BACK: Sabia que mesmo se você já tiver voltado para o Brasil você ainda pode solicitar restituição de impostos pagos durante a sua estadia na terra dos cangurus. BRaustralia te explica como!

Todos os anos milhares de estudantes brazucas escolhem Austrália como destino de intercâmbio, trabalho ou lazer.
E como muitos já sabem, além do excelente sistema de ensino outra grande vantagem, que atrai cada vez mais estudantes, é que o país permite aos estudantes exercerem atividade remunerada durante o período de intercâmbio.

O problema é que muitas vezes, diante das imensas diferenças entre a forma de vida em outro país, alguns equívocos podem acontecer. E um dos assuntos campeões de dúvidas entre os extrangeiros em outro país é “Como funciona os impostos em um outro país?”

Pouca gente sabe, mas quem exerce funcão remunerada na Austrália, seja Working Holiday, Part time ou Full time, também podem (e devem) solicitar o reembolso de parte dos impostos trabalhistas que foram recolhidos durante o ano.

Se este é o seu caso, não deixe de receber parte dos impostos pagos e também o reembolso do superannuation, mesmo que você já tenha deixado a Austrália.

TAX RETURN na Austrália
Você já deve ter notado que, não importa em que país você trabalha, uma quantia considerável é descontada de seus pagamentos na forma de impostos. Porém, quem permanece por 6 meses ou mais na Austrália, pode solicitar o reembolso de uma parte dos mesmos por ser considerado “residente do ponto de vista fiscal.

Estudantes que trabalharam em part-time na Austrália pagam em média 15,5% de impostos sobre o rendimento nos seus salários e parte deste valor pode ser recurado durante o Tax Return, espécie de declaração de imposto de renda, que deve ser feita todos os anos.

A solicitação pode ser feita tanto na Austrália quanto no Brasil (ou outro país onde você esteja vivendo agora). Veja abaixo um breve quadro explicativo:

Regras para pedir o Tax Return:

  • Ter vivido no mínimo 183 dias na Austrália
  • Ter trabalhado no país

Quando solicitar reembolso:

  • Ao final do ano fiscal

É possível receber de anos anteriores? 

  • SIM! De até 10 anos atrás

Valor médio dos reembolsos:

  • AUD 2600*

SUPERANNUATION

Além disso, quem já deixou a Austrália também pode solicitar o reembolso do Superannuation, que é um tipo de fundo de garantia australiano depositado pelos empregadores mensalmente. Veja abaixo um breve quadro explicativo.

Regras para pedir o reembolso do Super:

  • Ter trabalhado na Austrália

  • Não viver mais no país

Quando solicitar reembolso:

  • Ao deixar a Austrália

É possível receber de anos anteriores? 

  •  SIM! De até 15 anos atrás

Valor médio dos reembolsos

  •  AUD 3300*

Os valores dos reembolsos são bastante atraentes e o prazo para solicitação é bastante longo, ou seja, mesmo que tenha estado na Austrália há muitos anos, você ainda pode ter uma boa soma de dinheiro à sua espera!

Como solicitar o Tax return:

Para mais informações, fazer estimativa GRATUITA sem compromisso quanto poderá reembolsar ou preencha o formulário abaixo e um especialista entrará em contato com você para tirar todas as suas dúvidas e receber seu reembolso.

Como calcular reembolso do Tax Return:
Para mais informações, fazer estimativa GRATUITA da sua restituição ou para solicitar reembolso Clique Aqui.

Utilize nossa calculadora de reembolsos para saber sem compromisso quanto poderá reembolsar ou preencha o formulário abaixo e um especialista entrará em contato com você para tirar todas as suas dúvidas e receber seu reembolso.

calculo-pt



A Taxback.com oferece estimativas grátis de quanto você poderá reembolsar, sem pagamentos adiantados nem formulários complicados.

Oferecemos estimativas grátis de quanto você poderá reembolsar, sem pagamentos adiantados nem formulários complicados.


braustralia-email


>> BRaustralia no seu email
Cadastre-se grátis e receba conteúdo exclusivo, dicas e promoções por email.
 É rápido, fácil e de graça  |   
ASSINE JÁ!

Dúvidas, dicas, perguntas ou sugestões?
Favor, deixar comentário, abaixo.

Posted on 4 Comments

10 Coisas que você precisa saber para trabalhar na Austrália | BRaustralia.com

IMAG0329

Nem sempre é fácil ficar à par de todos os direitos (e deveres) trabalhista quando estamos em um outros país. Por isso BRaustralia compilou uma lista de 10 itens básicos que você têm que ter em mente na hora de procurar ou aceitar um trabalho na Austrália.

1. Trabalho Full Time, Part Time e Casual na Austrália

Pode parecer mas não é a mesma coisa. No Full Time, ou trabalho tempo integral, as relações de trabalho são permanentes, em média, cerca de 38 horas por semana. As horas trabalhadas são previamente acordados, através de contratos anuais, especificando a direitos e deveres de empregados e trabalhadores.

No Part time as relações são similares a do full time, entretanto o período trabalhado são inferiores a 38 horas por semana,  as relações de trabalho são  regulares, com contratos prévios especificando, horas de trabalho pré-determinados, direito a receber, como em feriados, licença por doença, entre outros benefícios.

Já no Casual, normalmente as relações de trabalho são mais informais, podendo haver variações nos dias e horas de trabalho, sendo comum aviso sobre troca de shifts dias (as vezes horas) antes de iniciar o trabalho.

Para mais informações clique no link

2. Como Validar a sua profissão na Austrália

Os métodos de avaliação, e posterior reconhecimento da sua carreira, ou curso realizado fora da Austrália varia de carreira para carreira.

De forma geral, os testes podem incluir avaliação do seu diploma, cursos extra curriculares, publicações, seminários, análise do seu histórico, currículo vitae, nível de fluência no inglês (com apresentação de nota IELTS) entre outros documentos. O RPL também leva em conta sua experiência anterior obtida através de trabalho voluntário, emprego remunerado ou não remunerado.

Resumindo, para reconhecer uma carreira na Austrália será preciso:

• Documentação acadêmica comprovada pelo MEC (diplomas, histórico escolar, grades curriculares, etc)
• Experiência profissional na Austrália ou em qualquer outro país;
• Excelente capacidade de comunicação em inglês (nota IELTS);
• Conhecimentos sólidos técnicos e teóricos comprovada sobre normas, padrões e princípios da profissão.

Profissões de conhecimento altamente específicos, nas areas de saúde; como medicina, enfermagem; nas áreas de engenharia e arquitetura e advocacia, entre muitas outras, exigem registros ou licenças específicas junto às entidades de classe, e por este motivo o processo pode ser um pouco mais burocrático (e demorado).

Todavia, ainda que o seu diploma seja aceito na Austrália, é provável que você ainda tenha que passar um determinado período em trabalho supervisionado.
CLIQUE AQUI, para solicitar orçamento para validação do sua profissão na Austrália

Pré requisitos para migração para Austrália

Se a sua profissão aparece na lista e você tem planos de imigrar para a Austrália você deve:

  1. Homologar o processo de reconhecimento da sua profissão e validar o seu diploma na Austrália;
  2. Tradução Certificada NAATI dos seus documentos e para imigração;
  3. Possuir um bom domínio do inglês
  4. Encontrar alguma empresa disposta a ser sua sponsor no processo de migração.

3. Documentação e Impostos na Austrália

Para trabalhar legalmente na Australia toda pessoa precisa de um TFN (Tax File Number), espécie de CPF australiano.
Mas não se preocupe, o processo não é complicado, e não costuma demorar. Dependendo da modalidade do trabalho exercido também será necessário recolher impostos como Superannuation, impostos arrecadados para a aposentadoria, que podem ser devolvidos quando o trabalhador deixar o país de forma definitiva. Além do Tax Return, o imposto de renda de pessoa física australiano.

Como solicitar o Tax return:

Para mais informações, fazer estimativa GRATUITA sem compromisso quanto poderá reembolsar ou preencha o formulário abaixo e um especialista entrará em contato com você para tirar todas as suas dúvidas e receber seu reembolso.

Como calcular reembolso do Tax Return:
Para mais informações, fazer estimativa GRATUITA da sua restituição ou para solicitar reembolso Clique Aqui.

Utilize nossa calculadora de reembolsos para saber sem compromisso quanto poderá reembolsar ou preencha o formulário abaixo e um especialista entrará em contato com você para tirar todas as suas dúvidas e receber seu reembolso.

calculo-pt



A Taxback.com oferece estimativas grátis de quanto você poderá reembolsar, sem pagamentos adiantados nem formulários complicados.

Para mais informações clique aqui

4. Salários na Austrália

Segundo ranking publicado pela Revista Exame, a Austrália possui o maior salário mínimo do mundo.
De acordo com o levantamento, o valor por hora do mínimo australiano é de A$17.29 (aprox. R$50).
Mesmo assim sempre surge a dúvida sobre quanto o quanto se paga para uma determinada profissão.
Pensando nisso o payscale.com, site especializado em remuneração, oferece uma ferramenta de busca muito boa para quem deseja se informar, ou mesmo procura saber o valor do seu salário de uma profissão específica num outro país.
Para mais informaçãoes clique no link

5. Condições de Trabalho na Austrália

Todos os trabalhadores têm direito a remuneração e as condições mínimas de conforto e segurança, além de direitos básicos e proteção, coberta por leis federais e estaduais.
Qualquer discriminação é ilegal seja por raça, cor, sexo, orientação sexual, idade, deficiência física ou mental, estado civil, gravidez, religião, opiniões políticas, filiação ou não filiação a um sindicato, ascendência nacional ou origem social.
No entanto é sempre aconcelhável buscar o máximo de informação sobre a empresa antes de começar a trabalha.
Busque conheça os seus direitos, deveres e responsabilidades no local de trabalho.

Para mais informações clique no link

6. Assistência Trabalhista em Português na Austrália

Caso você precise de assistência sobre algum assunto específico o Governo Federal Australiano disponibiliza um canal em português  para ajudá-lo a entender os seus direitos e obrigações no local de trabalho.

Se necessitar de um intérprete:

  • telefone para o Serviço de Tradução e Intérpretes (TIS) através do 131 450 pelo custo de uma chamada local
  • informe o/a telefonista do TIS que língua
  • peça à/ao telefonista do TIS para telefonar para a Fair Work Infoline através do 13 13 94.

Para mais informaçãoes clique no link

7. Pretação de Serviços na Austrália

Pouca gente sabe, mas estudantes internacionais, também podem ser prestadores de serviço (por até 20 horas por semana).
Se você está interessado em começar um negócio ou prestar algum serviço você terá que abrir uma empresa registrando o seu ABN (Australian Business Number) e pagar impostos, como o GST, além de fazer declaração de imposto de renda.
Para mais informações clique no link

8. Trabalho durante o intercâmbio na Austrália

Alguns vistos, como o de Estudante, permitem que o seus portadores exerçam função remunerada, por até 40 horas por quinzena. Se você deseja trabalhar enquanto você estuda esse visto é ideal para você, pois além de ajudá-lo a ganhar algum dinheiro enquanto aprende ou desenvolver o idioma, a experiência de trabalho em outro país pode ajudar a enriquecer o seu currículo.
Mesmo se você ainda não domine o idioma, é muito comum estudantes com nível intermediário de inglês exercerem funções nas áreas de hospitalidade; auxiliando na cozinha de restaurantes, em limpeza, entregas, entre outras profissões, e os salários nestas áreas costumam variar entre 14 a AU$ 21 uma hora.


9. Custo de vida na Austrália

Antes de aceitar uma oferta de emprego considere o fatores como:
• Distância que você terá que percorrer
• Custos do deslocamento, refeições, etc.
• Se haverá gastos com uniforme ou roupas de trabalho especiais
• Caso seja estudante, se este trabalho irá afetar o seu desempenho acadêmico?

10. Estágio durante o intercâmbio na Austrália

Se você for estudante de curso técnico, graduação ou pós o estágio pode uma boa opção. Além de ajudá-lo a fazer conexões e adquirir  experiência na área de trabalho também amplia muito a sua experiência e aumentar as suas chances para um futuro emprego na Austrália ou no seu país de origem.
Alguns cursos exigem o estágio por um período de tempo determinado dando créditos no curso.
Para mais informações sobre estágio visite:
graduateopportunities.com

DICA EXTRA!

Onde procurar emprego na Austrália

(Clique no link e veja matéria sobre o tema)
Para obter mais informações sobre as relações de trabalho na Austrália visite www.fairwork.com

VEJA TAMBÉM: Tudo sobre como validar o diploma e reconhecer a sua profissão na Austrália

Descubra todas as vantagens de estudar e trabalhar na Austrália
Solicite consulta personalizada com um especialista em imigração australiana!
>> CLIQUE AQUI


estudar e trabalhar na australia


>> BRaustralia no seu email
Cadastre-se grátis e receba conteúdo exclusivo, dicas e promoções por email.
 É rápido, fácil e de graça  |   
ASSINE JÁ!

Dúvidas, dicas, perguntas ou sugestões?
Favor, deixar comentário, abaixo.

//

Posted on 1 Comment

Mesmo sem falar Inglês ela conseguiu um emprego na Austrália | BRaustralia.com

 …Ou sobre 6 Atitudes que todo candidato a uma vaga de emprego  deve ter!

Texto originalmente publicado pelo talent search:  Dr. Duff Watkins (via Linkedin Daily Pulse)

1195280
Elisa é estudante de uma pequena cidade nos Alpes italianos, ela tem 19 anos e NÃO é fluente no inglês.
Por isso ela veio para a Austrália para estudar inglês.
Durante a sua estadia no país ela vai morar com uma família australiana, cuja filha fez intercâmbio com a sua família, na Itália. Elisa já havia estudado inglês na escola, mas ainda não era fluente.
Ainda assim, ela conseguiu um trabalho remunerado apenas 96 horas após o desembarque em um país estrangeiro através destes 6 ações:

 

• O Inicio: Elisa começou a se praparar muito antes de chegar à Austrália.
Elisa conversava, via Skype e e-mail, com a sua “família australiana” opções de trabalho em Sydney.
Ela já possuia objetivos claros: quer um trabalho remunerado e desenvolver o seu  inglês.

 

• O Plano: Inicialmente Elisa planejava trabalhar como babá na casa da sua “família australiana”. No entanto, o plano não era muito bom, pois o trabalho seria esporádico e ela sentia que não ajudaria no seu objetivo de melhorar no idioma. Pois para se tornar fluente na língua seria preciso interagir com o maior número de pessoas possível.

Elisa e a sua nova família pesquisaram opções que poderiam ajudá-la a conseguir os seus dois objetivos e chegaram a um plano melhor: Que tal trabalhar como em um restaurante italiano?

Após pesquisar eles chegaram a quatro restaurantes italianos próximos à sua residência. Os restaurantes deveriam estar próximos porque ela não possuia automóvel e teria que caminhar para chegar ao trabalho.

 

• Recursos Disponíveis: Elisa utilizou os recursos disponíveis no momento: sua localização, o conhecimento que a sua “família australiana”, além do apoio emocional.
Ela também pediu à sua “mãe australiana” para ajudá-la no momento das entrevistas de emprego.
Elisa contou com o apoio das pessoas ao seu redor na busca do seu objetivo.

 

A entrevista:

• Elisa foi autêntica: Todos os quatro restaurantes pergunteram a ela.
Você já trabalhou em um restaurante? (Elisa respondeu) Não.
Você já serviu drinques? Não.

Mas ela também dizia estar disposta a aprender, ser treinada, começar de baixo e trabalhar uma noite, como trial (sem remuneração).

Mesmo com limitações óbvias (Elisa nunca havia trabalhado, não tinha o que colocar no currículo, além disso, ela não falar Inglês) • Ela destacava os seus pontos fortes: ela morava perto do trabalho, estava disponível a fazer trabalhos de curto prazo, não teria problemas em fazer horas extras.
Além disso, ela falava italiano!

Para um restaurante italiano, falar o idioma não é ponto negativo; é um positivo!

 

• Elisa também se mostrou muito fácil de ser contratada: antes mesmo de entrar em contato com os restaurantes (que por sinal, não tinham anunciado a vaga) ela já possuia tudo para trabalhar no país, como:
– Conta em um Banco australiano,
– Tax File Number,
– Um número de celular

Elisa já havia eliminado alguns obstáculos para um possível empregador poder contratá-la.

 

FINAL SCORE:
– 4 restaurantes italianos visitados em um dia
– 2 mensagens de voz na caixa postal antes dela chegar em casa
– Um pedido para ela voltar naquela mesma noite para um trial, que ela obviamente aceitou.
– E uma oferta de emprego aceita por em menos de 4 dias da sua chegada à Sydney.


 

05c14b5Porque ela conseguiu?
Não foi pura sorte. O Restaurante Artusi contratou Elisa por que ela demonstrou o seu valor durante o seu trial. Eles, imediatamente, reconheceram os seus pontos positivos.

Nada mais autêntico do que ver e ouvir os italianos trabalhando em um restaurante italiano, certo!?

 

Elisa conseguiu por que ela possuia atributos que todos os empregadores buscam nos candidatos:
– Ela estava empenhada em melhorar, não apenas o seu Inglês, mas a si mesma.
– Ela demonstrou ser uma colaboradora, uma participante.

(Quem não gostaria de ter um empregado como esse?)

Se você ainda tem dúvida basta perguntar a Chef, Luca DÁdamio no Artusi Restaurant, em Sydney

239a0a0


Texto de autoria do Executive Talent Search, Dr. Duff Watkins
Para acessar mais textos de sua autoria clique no link

 

 

VEJA TAMBÉM: 10 Coisas que Você Precisa Saber Antes de Dirigir na Austrália

 

 


Intercambio_australiaEDM_720x90


>> BRaustralia no seu email
Cadastre-se grátis e receba conteúdo exclusivo, dicas e promoções por email.
 É rápido, fácil e de graça  |   
ASSINE JÁ!

Dúvidas, dicas, perguntas ou sugestões?
Favor, deixar comentário, abaixo.

Posted on Leave a comment

Conheça o site que divulga de vagas para Baristas na Austrália | BRaustralia.com

Todos sabemos o quanto os australianos são fanáticos por um bom café. E essa pode ser uma boa opção para recém chegados à Austrália, em busca de um primeiro emprego ou vaga de trabalho casual.

A profissão de Barista costuma permitir jornadas de trabalho mais fexíveis, ideais para quem precisa conciliar trabalho e estudo.

Além disso os sálarios na área costumam ser bem vantajosos, (entre AU$ 15 -25 por hora) especialmente para os profissionais com bastante experiência.

Uma boa dica para quem procura trabalho nessa área é visitar o www.coffeejobs.com, website especializado em dicas, infos e o mais importante vagas de trabalho para baristas em todo o país.

 

915212608e3ae3e47350d1380379179b

 

like_FB_


Dúvidas, dicas, perguntas ou sugestões?
Favor, deixar comentário, abaixo.

Posted on 3 Comments

10 coisas que você NUNCA deve fazer durante uma entrevista de emprego na Austrália | BRaustralia.com

BRaustralia fez uma lista de 10 coisas que devem ser evitadas quando você estiver procurando emprego na Austrália.

 

1. Os Australianos são “britânicos” quando se trata de pontualidade, NUNCA (eu disse, NUNCA!) se atrase para uma primeira entrevista de empregos, já ouvimos (muitos) relatos de bons candidatos à uma vaga que foram desclassificados por 5 minutinhos de atraso.

 

2. Body language
A primeira impressão conta muito. E não importa o que você for disser, o seu corpo têm que concordar com a sua narrativa. Olhar nos olhos , ter uma boa postura, ser positivo e um aperto de mão firme podem contar alguns pontos.

 

3. A regra de ouro para quuem está à procura de emprego em cafés, lojas ou restaurantes é NUNCA entregar os seus currículos quando o estabelecimento estiver com muito movimento. A última coisa que alguém, que está correndo para atender seus clientes vai querer/poder fazer é te dar atenção ou conversar sobre alguma futura possível vaga.

 

4. Não seja confuso
Sabemos que pode ser um grande desáfio ter que se expressar (e tentar convencer alguém) numa língua que não é a sua, mas tente ser o mais objetivo possível, caso você não saiba ou não entenda alguma pergunta peça para o entrevistador repetir a questão, e nunca tente enganar o entrevistador.

 

5. Não fale mal das suas experiências profissionais passadas nem reclame do seu atual ou ex-chefe.

 

6. Não entre mudo e sair calado
Os empregadores querem contratar alguém interessado o suficiente para ouvir mais sobre o cargo ou sobre empresa, e vêem com bons olhos quaisquer perguntas bem colocadas.

 

7. Quer pagar quanto!?
A menos que uma oferta é colocada pelo entrevistador, não é recomendado discutir salários, benefícios, futuros acordos de trabalho, férias ou que você está esperando pela reposta de alguma outra empresa numa primeira entrevista.

 

8. Nunca trazer/fazer na entrevista ou na sala de espera
Mascar chiclete, chupar bala, lixar as unhas, deixar o celular ligado, fones de ouvido.

 

9. Chora não!
Evite de contar histórias pessoais ou sobre o quanto esse emprego é importante pra você, não fale sobre a montanha de dívidas que você acumulou para viajar para a Austrália.

 

10. Mesmo se você achar que não teve um bom desempenho, sempre envie um e-mail, alguns dias depois da entrevista, reiterando o interesse pela vaga.

 

VEJA TAMBÉM: 10 dicas para procurar (e encontrar) empregos na australia
10 dicas para uma entrevista de trabalho bem sucedida


 

 


braustralia-email


>> BRaustralia no seu email
Cadastre-se grátis e receba conteúdo exclusivo, dicas e promoções por email.
 É rápido, fácil e de graça  |   
ASSINE JÁ!

Dúvidas, dicas, perguntas ou sugestões?
Favor, deixar comentário, abaixo.

Posted on 2 Comments

Conheça o RSA training, uma opção para quem busca emprego na Austrália | BRaustralia

10826384095_9d27106a8a_o
Foto: © Flickr/ Rodrigo Ruiz Ciancia

 

Uma das exigências legais para poder trabalhar em bares, pubs, restaurantes, casas noturnas, cassinos ou qualquer instalações que comercialize álcool, na Austrália, é possuir o RSA Certificate (popularmente conhecido como curso de bartender).

Uma das vantagens é que o curso é bem rápido, e relatimanetnte barato (aproximademanente A$100), e somente através de um certificado de RSA você estará apto a trabalhar legalmente servindo bedidas alcoolicas em estabelecimentos comerciais na Austrália.

 

Essa é uma boa opção para estudantes ou recém chegados à Austrália, em busca de um primeiro emprego, pois esta profissão costuma permitir ter jornada de trabalho mais fexível, e os sálarios na área de hospitalidade  podem variar de  A$12.00 a $25.00 por hora.

No entanto, cada estado ou território australiano possui as suas próprias regras para preenchimentos, emissão, validação de cursos e certificado RSA.

Em alguns estados o curso pode ser dado on-line, em outros é necessario orientação de um instrutor qualificado em sala de aula.
Mais informações acesse:

 

NSW:
olgr.nsw.gov.au

VIC:
vcglr.vic.gov.au

QUEENSLAND, WA, SA e NT
myskills.gov.au

TAS:
treasury.tas.gov.au

ACT:
www.ors.act.gov.au

 

VEJA TAMBÉM: 10 Coisas que Você Precisa Saber Antes de Dirigir na Austrália

 

 


braustralia-email


>> BRaustralia no seu email
Cadastre-se grátis e receba conteúdo exclusivo, dicas e promoções por email.
 É rápido, fácil e de graça  |   
ASSINE JÁ!

Dúvidas, dicas, perguntas ou sugestões?
Favor, deixar comentário, abaixo.

Posted on 4 Comments

10 Dicas de como procurar (e encontrar) empregos na Austrália | BRaustralia.com

keyboardfindjob

 

 

1. Seek e Career one
Vale a pena acessar (todos os dias) os maiores portais busca de empregos, recrutamento e treinamento da Austrália.

2. Gumtree
Espécie de portal “faz tudo” da internet australiana, nele você encontra desde serviços de borracharia à vagas de trabalho em multinacionais.

3. LinkedIn
O LinkedIn é uma ótimo ferramenta de busca de empregos, além de ser muuuuito popular por aqui, se você não possui um, cadastre-se já. E tente sempre deixar o seu perfil (in english, for sure) o mais atualizado o possível.

4. Invista em Networking
Busque ajuda com amigos, conhecidos, desconhecidos, Twitter, etc.

5. Comunidades virtuais da sua área de atuação
Procure por comunidades, grupos, mídias sociais de conteúdo relacionado à sua área de atuação, existem dezenas de sites desse tipo, e é muito provável que eles tenham alguma ferramenta de busca de emprego.
Por exemplo: Se você trabalha na industria criativa, recomendamos o TheLoop.com.au e o Australianinfront.com.au.
Em Hospitality, recomendamos o Chefs On The Run
Para Management services tem o  Spotless

6. Antes de viajar, pesquise o máximo possível!
Pesquise o máximo que puder em websites, blog e pessoas.

7. Entregue CV porta a porta
Pode parecer pouco moderno, mas sem dúvida funciona!
Sempre ande com uma cópia do seu CV a mão,  e se possível entregue pessoalmente ao contratante, esse contato mostra muito mais sobre você do que qualquer aplicação online.

8. Frequente os websites das empresas que você gostaria de trabalhar
Quase sempre têm uma sessão, as vezes meio escondida, anunciando as vagas abertas no momento, ou mesmo o e-mail de algum responsável pelo recrutamento. Além de ser bom para conhecer um pouco da filosofia da empresa.

9. Agências de Recrutamento
Há milhares de agências de recrutamento em todo o país, algumas muito boas e outras nem tanto!
Mas vale a pena dar uma boa pesquisada. Além de ser uma boa forma de praticar para as futuras entrevistas de emprego.
Veja também o nosso post  10 Dicas para uma entrevista de trabalho bem-sucedida.

10. Todas as opções anteriores mesmo tempo!

 

VEJA TAMBÉM: 10 Dicas de como arranjar um emprego na Austrália antes mesmo de sair do Brasil… 

Você conhece o RSA training, curso que pode ser uma boa opção para quem acaba de chegar à Australia e está buscando um 1º emprego no país

10 Coisas que Você Precisa Saber Antes de Dirigir na Austrália

 

 


braustralia-email


>> BRaustralia no seu email
Cadastre-se grátis e receba conteúdo exclusivo, dicas e promoções por email.
 É rápido, fácil e de graça  |   
ASSINE JÁ!

Dúvidas, dicas, perguntas ou sugestões?
Favor, deixar comentário, abaixo.